23 de dez de 2016

MIT pretende transformar sua biblioteca em “biblioteca global”



Fonte: Universia. Data: 12/12/2016.
Ideia é permitir que comunidade acadêmica global possa acessar a biblioteca da universidade
Bibliotecas parecem ser um daqueles lugares que permanecem atemporais, não é mesmo? Como se, independente da tecnologia lá fora, elas continuassem as mesmas. Bem, não é assim que pensa o Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT). Em um relatório preliminar, elesfalam sobre transformar a sua em uma plataforma global de conhecimento e comentam qual é o “Futuro das Bibliotecas”.
Baseando-se na própria biblioteca, o instituto pensou em propostas para melhorar o acesso ao conteúdo. A ideia é transformar o local em uma plataforma global aberta, promovendo o conhecimento e o levando a gerações futuras. A força tarefa que vem conduzindo o estudo visou na seguinte questão: trata-se de uma biblioteca global para uma universidade global.
O diretor do MIT, Chris Bourg, vê nisso uma oportunidade de levar os conhecimentos da universidade além. “Imaginamos o tipo de biblioteca que precisamos para uma instituição que visa melhorar o mundo. É uma chance de crescer, liderar o caminho, aproveitando as experiências únicas que o MIT tem”, diz.
Para isso, foi criada, em outubro de 2015, uma força tarefa para discutir a questão e apresentar propostas. Foram estabelecidos quatro pilares: Comunidade e Relacionamentos, para tratar sobre a interação da biblioteca com a comunidade local e global; Descoberta e Uso, sobre o fornecimento de informações; Administração e Sustentabilidade, envolvendo o controle e proteção dos recursos e Pesquisa e Desenvolvimento, abordando as necessidades e práticas das bibliotecas.
O grupo, que ainda está desenvolvendo práticas e meios, propõe aproximar os usuários e ter uma abordagem mais flexível, que sirva a alunos, ex-alunos, a comunidade acadêmica global, funcionários e etc. Outra ideia é levar as pesquisas do MIT para além do campus, aumentando ainda mais o seu alcance. Um relatório final, com ideias mais concretas, ainda será lançado. Não há data, no entanto, para isso acontecer por enquanto.

Nenhum comentário: