31 de mar de 2016

Evento: Gestão Eletrônica de Documentos

O 2º Seminário de Gestão Eletrônica de Documentos do Poder Judiciário, organizado pelo Tribunal Superior Eleitoral, tem o objetivo de promover debates sobre os novos desafios da gestão documental e da preservação digital.
A Gestão Eletrônica de Documentos (GED) vem ganhando mais importância na gestão documental dos órgãos públicos. Para ser proveitosa, é necessário que se tenha, além de conhecimento teórico e prático, uma visão dos seus objetivos e das suas políticas e experiências.
A temática do seminário envolverá os aspectos legais, as tecnologias de GED, o Processo Judicial Eletrônico (PJE), a certificação digital, a segurança da informação e a preservação de informações em documentação digital.
O seminário será realizado nos dias 14 e 15 de abril de 2016 no Tribunal Superior Eleitoral, em Brasília/DF.

Rede Adventista contra Sophia Biblioteca e Philos

A Rede Adventista de Educação está investindo na modernização da sua rede de bibliotecas escolares. Para isso, adquiriu para as 108 unidades escolares adventistas do Brasil, uma solução híbrida desenvolvida pela Prima, utilizando os produtos SophiA Biblioteca e Philos com base de dados unificada. A Rede Adventista utilizava um sistema desenvolvido internamente e no processo de implantação do projeto foram migrados mais de 88 mil títulos diferentes, com mais de 760 mil registros.

Detalhes no URL: www.prima.com.br/institucional/solucoes/produtos/13/sophia+biblioteca

30 de mar de 2016

Fundação Dorina comemora 70 anos

Este é um ano muito importante para nós da Fundação Dorina. É um momento de reflexão e agradecimento por uma trajetória de atuação em prol de pessoas com deficiência visual iniciada por Dorina de Gouvêa Nowill. Além da nossa missão, temos um propósito para existir: o de iluminar a vida dos que buscam plenitude com a deficiência visual, cultivando soluções transformadoras. E, ao comemorar 70 anos, percebemos a importância de um trabalho com muita dedicação e que preza pela excelência constante.
Uma equipe multidisciplinar trabalha diariamente para que as pessoas com deficiência visual conquistem autonomia, autoestima e independência. E é isso que nós desejamos: que cada vez mais pessoas cegas ou com baixa visão tenham suas vidas transformadas! Em todos esses anos milhares de famílias foram atendidas e os clientes com deficiência visual puderam desenvolver suas competências e talentos, foram reconhecidas por isso e garantiram uma vida plena. Para nós, é um orgulho muito grande fazer parte da história de cada um que frequenta e participa destes atendimentos e enriquecem nossa trajetória.
Por ano, são mais de 1100 pessoas com deficiência visual que recebem serviços personalizados para garantir sua reabilitação. É um impacto não apenas a este público, os clientes, mas é também uma transformação na vida de cada profissional, voluntário, conselheiro, parceiro e amigo que, de alguma forma, apoia as ações e iniciativas em prol das pessoas que procuram ajuda e suporte na Fundação Dorina.
Celebrar 70 anos significa maturidade, credibilidade e conquistas, mas também significa que há muito para fazer, que só são 70 anos e que muitos 70 ainda virão! Nós, da Fundação Dorina, celebramos este aniversário planejando e trabalhando para fazer parte da história de vida de muitas outras pessoas com deficiência visual.
Clique e veja o vídeo da nossa campanha 70 anos ampliando horizontes.
Versão com audiodescrição: https://www.youtube.com/watch?v=YFs65N3GRP4 Site externo.

Detalhes no URL: www.fundacaodorina.org.br/


Governo deve livros do Programa Nacional Biblioteca na Escola

Fonte: Publish News. Data? 29/03/2016.
URL: www.publishnews.com.br/materias/2016/03/29/cbl-se-diz-preocupada-indignada-e-constrangida-pelo-calote-do-pnbe

Na última segunda-feira (28), a Câmara Brasileira do Livro (CBL) expediu um ofício a Antonio Idilvan de Lima Alencar, presidente do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), externando a sua preocupação e indignação com a inadimplência do Programa Nacional Biblioteca na Escola (PNBE Temático). No documento, Luís Antonio Torelli, presidente da CBL, diz que as 36 editoras que aceitaram participar do programa têm procurado a entidade em busca de soluções para a falta de pagamento. (...) 

29 de mar de 2016

Tabela de salários em Brasília

Fonte: ABDF
Resolução Salarial 2015
A Associação dos Bibliotecários do Distrito Federal - ABDF usando das prerrogativas que lhe confere o Estatuto e considerando: ser o bibliotecário profissional da informação de conformidade com a Classificação Brasileira de Ocupações do MTE, de nível superior, de caráter liberal e a Biblioteconomia e Documentação encontrarem-se na Classificação Nacional de Atividades Econômicas – CNAE, como atividades ligadas ao patrimônio cultural e ambiental, exercidas nas bibliotecas de todos os tipos, salas de leitura, áudio e projeção, destinadas a servir o público em geral, compreendendo ainda à gestão de bibliotecas, conforme item 9101-5/00 da referida CNAE orientar os bibliotecários e seus empregadores.
RESOLVE:
Art. 1 - Estabelecer a seguinte recomendação salarial mínima aos bibliotecários em exercício no Distrito Federal, devidamente registrados no Conselho Regional de Biblioteconomia 1ª Região - CRB1:
BIBLIOTECÁRIO JÚNIOR
a) Salário base mensal mínimo para uma carga horária de 40 horas semanais:
R$ 2.660,00 – (bibliotecário recém-formado)
BIBLIOTECÁRIO PLENO
b) Salário base mensal mínimo para uma carga horária de 40 horas semanais:
R$ 3.500,00 – (bibliotecário a partir de 02 anos de experiência)
BIBLIOTECÁRIO SÊNIOR
c) Salário base mensal mínimo para uma carga horária de 40 horas semanais:
R$ 4.341,00 – (bibliotecário a partir de 06 anos de experiência)
BIBLIOTECÁRIO ESPECIALISTA
d) Chefia imediata da Biblioteca (pós-graduado) ____________________ R$ 4.901,00
e) Direção de Biblioteca/Centro de Documentação (pós-graduado) ______ R$ 5.742,00
Art.2 – Estabelecer a seguinte recomendação para outras atividades desempenhadas pelo bibliotecário:
BIBLIOTECÁRIO CONSULTOR
SALÁRIO HORA SEM VÍNCULO EMPREGATÍCIO
Consultoria e assessoria: diagnóstico e projeto; organização/implantação/manutenção (de bibliotecas, centros de informação e sistemas de informação/base de dados) = R$ 84,00 hora.
Treinamento/cursos de aperfeiçoamento = R$ 39,00 a R$ 132,00 hora/aula
PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS
Elaboração de ficha catalográfica na fonte = R$ 56,00
Levantamento bibliográfico até 15 referências bibliográficas = R$ 56,00
Indexação de periódico = R$ 42,00 (por artigo)
Elaboração de índice = R$ 5,00 por página
Normalização de referências = R$ 3,00 por título referenciado
Normalização de documento completo (compreendendo preenchimento de solicitação de ISBN ou ISSN; ficha catalográfica de catalogação na fonte; normalização dos elementos: Capa/ Primeira capa / Segunda capa / Terceira capa / Quarta capa/ folha de rosto - ABNT-NBR-6029/2006/ Expediente/ editorial; sumário; numeração e legenda bibliográfica; normalização dos artigos - ABNT-NBR 6022/2003; normas de apresentação tabular do IBGE) = R$ 630,00.
Processamento técnico por unidade: compreendendo a catalogação, classificação, número do autor (Cutter), indexação, digitação para a inclusão na base de dados e etiquetagem do documento = R$ 9,00 a R$ 32,50, dependendo da quantidade de documentos para processamento técnico.
Art. 3 - Os honorários deverão ser sempre estabelecidos mediante contrato, acordados e assinados por ambas as partes.
Art. 4 - Os valores aqui recomendados são sugestões de preço mínimo. É de inteira responsabilidade de cada Bibliotecário a avaliação do trabalho a ser desenvolvido e a forma de negociação com o cliente, levando-se em conta seu nível de experiência e qualificação profissional.
Art. 5 – Para o auxiliar de biblioteca, devidamente certificado com curso de Auxiliar de Biblioteca da ABDF, a faixa salarial inicial é de R$ 1.120,00 a R$ 1.680,00 mensais, dependendo da experiência e qualificação profissional.
Art. 6 – O empregado que trabalha 8 (oito) horas diárias, terá direito a uma ajuda alimentação de R$ 19,00 (dezenove reais), ficando o empregador desobrigado quando já for fornecida no local de trabalho, ou através de outro sistema.
RICARDO CRISAFULLI RODRIGUES

Presidente da ABDF

Reino Unido: venda de e-books auto publicados

Fonte: Bookseller. Data: 23/03/2016.
Autoria: Lisa Campbell.
No Reino Unido, as vendas de e-books auto publicados alcançaram 22% do mercado de livros digitais no ano passado. A conclusão foi apresentada na Nielsen BookInsights Conference que aconteceu no último dia 23. O crescimento das vendas gerais de e-books no País continuam lentas, em contraste às vendas de livros impressos que continuam em alta. Steve Bohme, diretor de pesquisa da Nielsen, disse que a participação dos títulos auto publicados saltou de 16% em 2014 para 22% em 2015. No mesmo período, as vendas de e-books cresceram.

Evento: Preservar para futuras gerações

Convidamos para participar do 3º INTEGRAR – Congresso Internacional de Arquivos, Bibliotecas, Centros de Documentação e Museus com o tema “PRESERVAR PARA AS FUTURAS GERAÇÕES”. O evento acontecerá no período de 19 a 21 de julho de 2016, na Universidade Presbiteriana Mackenzie na cidade de São Paulo.

A chamada de trabalhos está aberta! Maiores informações pelo http://www.integrar.febab.org.br/

Evento: Patrimônio, mediações sociais e tecnologia

Já está no ar o site do X EDICIC- Encontro da Associação de Educadores e Pesquisadores de Biblioteconomia, Arquivologia, Ciências da Informação e Documentação da Iberoamérica e Caribe.
Em 2016 o evento acontecerá na ECI, Escola de Ciência da Informação da Universidade Federal de Minas Gerais.
O tema do X EDICIC é: “Patrimônio, mediações sociais e tecnologias: diálogos interdisciplinares”
Prazo para submissão dos trabalhos: 18/04/2016
Maiores informações no site:



28 de mar de 2016

Associação Brasileira dos Editores Científicos com nova diretoria

A Associação Brasileira de Editores Científicos (Abec) acaba de empossar sua nova diretoria. O coordenador do Centro de Estudos de Venenos e Animais Peçonhentos (Cevap) da Unesp, Rui Seabra Ferreira Jr foi eleito presidente da entidade. Mais de 450 associados participaram da eleição. A gestão terá mandato de dois anos, de 2016 a 2018. Dentre os objetivos da entidade destaca-se o desenvolvimento e aprimoramento da publicação de periódicos técnico-científicos. “Queremos fortalecer os periódicos consolidados e o apoio àqueles que ainda não atingiram requisitos para indexação”, afirmou Rui. A chapa Inovação e Integração ainda é composta pelos seguintes integrantes: Ana Marlene F. Morais (IAE/DCTA), como vice-presidente; Suely de Brito C. Soares (Unesp – Rio Claro), como secretária-geral; Milton Shintaku (Ibict), como primeiro-secretário; Benedito Barraviera (FMB/Unesp), como primeiro tesoureiro e Suzana Caetano S. Lannes (FCF/USP), como segunda tesoureira.

Joinville ganha biblioteca com livros em alemão

Fonte: Portal Terra. Data: 23/03/2016.
URL: http://noticias.terra.com.br/brasil/joinville-ganha-biblioteca-publica-so-com-livros-em-alemao,4725a428bb97f84bb272e7dca1184324dk2pi4h1.html
Espaço reúne 5 mil títulos, que foram reunidos entre a comunidade da cidade catarinense. Segundo diretor, iniciativa é parte de esforço para fomentar interesse pelo idioma na região.
Maior cidade de Santa de Catarina, Joinville passou a contar desde o início de março com uma biblioteca municipal com um acervo exclusivamente em língua alemã. São cerca de cinco mil títulos que foram reunidos entre a comunidade da cidade, fundada em1851 por uma companhia colonizadora de Hamburgo.
A biblioteca funciona em um espaço da Casa da Memória, ao lado do antigo cemitério protestante. Segundo o diretor-executivo da Fundação Cultural de Joinville, Guilherme Gassenferth, o acervo é resultado de anos de coleta entre várias famílias.
A maior parte das obras são romances e livros de poesia. Estão disponíveis desde títulos obrigatórios de autores do cânone alemão, como Friedrich Schiller e Johann Wolfgang von Goethe, até autores que fizeram sucesso na década de 60 e 70, como o austríaco Johannes Mario Simmel. "Não se trata de uma biblioteca alemã, mas de um acervo em língua alemã. Também estão disponíveis exemplares traduzidos de alguns autores estrangeiros, incluindo brasileiros", afirma Gassenferth.
Outras bibliotecas da região oferecem livros em alemão, mas, segundo o diretor, a maioria tem um acervo reduzido ou está ligada a clubes ou escolas particulares. "Não tenho levantamentos precisos, mas acredito que esta seja a primeira biblioteca pública da região exclusivamente dedicada à língua alemã com um acervo tão grande", afirma.

O ex-bancário e ex-professor Raulino Rosskamp, de 76 anos e descente da primeira leva de imigrantes que colonizou a região, foi responsável, junto com membros da Sociedade Cultural Alemã de Joinville (SCAJ), pela coleta de dois mil exemplares, que foram doados para a biblioteca. "Começamos a juntar tudo há uns cinco anos. Uma família aparecia e dizia que não tinha mais espaço para os livros, que precisava se mudar e esse tipo de coisa. Fomos guardando tudo", afirma Rosskamp, que diz ainda preferir livros técnicos do que romances. (...)

Biblioteca Pública do Mato Grosso volta a emprestar livros

Fonte: G1. Data: 23/03/2016.
URL: http://g1.globo.com/mato-grosso/noticia/2016/03/apos-10-anos-maior-biblioteca-publica-de-mt-e-volta-emprestar-livros.html
A Biblioteca Pública Estadual Estevão de Mendonça, localizada no Palácio da Instrução, em Cuiabá, reabriu as portas nesta quarta-feira (23) para o empréstimo de livros para a população. Fundada em 1912, a maior biblioteca pública de Mato Grosso completará 104 anos no dia 26 de março. Atualmente, conta com cerca de 100 mil volumes catalogados e disponíveis para consulta. O local estava fechado para visitação e há 10 anos não emprestava livros.
Segunda a Secretaria Estadual de Cultura, o acervo da Biblioteca está dividido em 10 coleções temáticas: Mato Grosso, obras raras, afro-brasileira, indígena, braille, literatura infantil, periódico, literatura, acervo videoteca e acervo geral.  Aproximadamente 40% deste acervo estão informatizados, com a possibilidade de busca de obras e autores, ambiente web e disponibilidade de download da obra completa do mato-grossense Estevão de Mendonça. (...)
A Biblioteca Pública está localizada no Palácio da Instrução, na Rua Antônio Maria, nº 251, Praça da República, Centro de Cuiabá. O horário de atendimento é de 8h às 18h.
Novo local

A partir de 2017, a biblioteca deve ser transferida para a Casa Barão de Melgaço, na Rua Comandante Costa, após realização de reforma de adequação do espaço. A gestão da Biblioteca será feita de forma conjunta com a Academia Mato-Grossense de Letras e o Instituto Histórico e Geográfico de Mato Grosso.

Evento: Bibliometria e Cientometria

O 5º Encontro Brasileiro de Bibliometria e Cientometria (5º EBBC) surge como estratégia para dar continuidade aos estudos da área, uma vez que se observa interesse crescente por eles, não apenas na área de Ciência da Informação, mas também em muitas outras áreas da ciência. Além disso, deve-se salientar a demanda explícita destes estudos para subsidiar os diversos níveis de avaliação crescentemente adotados no sistema de Ciência, Tecnologia e Inovação brasileiro. Entender e conhecer as nuances e diversidade das teorias e aplicações da Bibliometria, Cientometria´, assim como especialidades afins, são passos fundamentais para unificar os esforços e consolidar a identidade acadêmico-científica destas áreas no país, com vistas a ampliar sua massa crítica e conferir maior visibilidade em âmbito internacional.
Temáticas do evento:
·         Análise de citação
·         Produção e Produtividade Científica
·         Colaboração na Ciência
·         Indicadores em CT&I
·         Mapas da Ciência
·         Periódicos Científicos
·         Métodos, Técnicas e Ferramentas para Estudos Bibliométricos e Cientométricos
·         Publicações Eletrônicas
·         Análise de Patentes
·         Bases de Dados
·         Políticas de Pesquisa
·         Sociologia da Ciência
·         Informetria e Webometria
·         Altmetria

Público alvo

O público alvo do evento são os pesquisadores, docentes, profissionais e alunos de pós-graduação que trabalham com temáticas relacionadas à Bibliometria e Cientometria. No primeiro evento, realizado no Rio de Janeiro-RJ em 2008, compareceram 60 pesquisadores. No 2º EBBC, realizado em São Carlos-SP, em 2010, compareceram 120 participantes entre os 152 autores de trabalhos. No 3º. EBBC, realizado em Gramado-RG, em 2012, o número de participantes oscilou entre 150 e 173 participantes. E no 4º EBBC, realizado em Recife-PE, o número de participantes chegou a 130.

Rio de Janeiro: escolas estaduais são obrigadas a ter bibliotecas com computadores

Fonte: O São Gonçalo. Data: 10/03/2016.
URL: www.osaogoncalo.com.br/POLITICA/13394/ESCOLAS-ESTADUAIS-SAO-OBRIGADAS-A-TER-BIBLIOTECAS-COM-COMPUTADORES
A Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) aprovou, ontem, em primeira discussão, o projeto de lei 903/15, que obriga todas as escolas públicas e privadas da educação básica a instalar bibliotecas. O projeto, de autoria do deputado Waldeck Carneiro (PT), determina que haja pelo menos um livro, físico ou digital, para cada aluno matriculado na unidade. A proposta é inspirada na Lei Federal 12.244/10.
Uma alteração aprovada no texto diz que a biblioteca deverá ter pelo menos um computador com acesso à internet para cada cem alunos para a realização de pesquisas complementares.
O projeto estabelece, ainda, um prazo até o mês de maio do ano de 2020 para que todas as escolas se adaptem à exigência. “As escolas públicas e particulares costumam não ter uma biblioteca. E ela é importante para o conjunto da atividade pedagógica e literária da escola, assim como a formação de leitores, a promoção da leitura na infância e adolescência”, argumentou Waldeck.

A proposta ainda será votada em segunda discussão pela Alerj.

Biblioteca digital para crianças

Fonte: MaxPress. Data:  11/03/2016
URL: www.maxpressnet.com.br/Conteudo/1,823531,R7com_anuncia_parceria_com_Elefante_Letrado_biblioteca_digital_interativa_para_criancas,823531,8.htm
O R7.com anuncia parceria com o Elefante Letrado, primeira biblioteca digital infantil online do Brasil. Destinado a crianças dos três aos dez anos de idade, tem mais de 800 livros digitais em português e inglês. Os livros são selecionados cuidadosamente e divididos em níveis adequados para cada idade. O objetivo é sempre motivar nas crianças o interesse pela leitura.
A biblioteca pode ser acessada através de computadores, tablets e notebooks. Os pais têm à disposição diversas opções de planos e preços para assinar o serviço. Ao final de cada livro, jogos e atividades avaliam o nível de compreensão do leitor. Ao ler, as crianças vão acumulando pontos e avançando para novos níveis. Com isso, o Elefante Letrado faz da leitura uma atividade lúdica e prazerosa. As crianças pequenas, que ainda não sabem ler, podem ouvir os livros na opção áudio.
Para o Superintendente de Estratégia Multiplataforma da Rede Record, Antonio Guerreiro, "A linguagem diferenciada dos vídeos conteúdos do Elefante Letrado combina com a nossa constante inquietude e busca por novas formas de criação e entrega de conteúdo".
Para a sócia fundadora do Elefante Letrado, Scheila Vontobel, a aprendizagem mais importante de uma vida acontece na infância: "Aprender a ler é conquistar a chave de acesso para a sociedade do conhecimento. E é na infância que a leitura tem que entrar na vida das pessoas".
Com mais de 10 mil usuários, a biblioteca já conta com mais de 100 mil livros lidos. Sucesso entre os professores, o Elefante Letrado já está presente em mais de 110 escolas no Brasil e no exterior, e anuncia para breve a inclusão de obras de Ziraldo e Monteiro Lobato.
Sobre o R7.com

Desde sua fundação, em 2009, o R7 vem transformando a maneira como o brasileiro usa a internet. Hoje o R7 serve uma comunidade de mais de 40 milhões de usuários por mês. É um dos maiores portais de conteúdo do Brasil, líder nas redes sociais e em audiência mobile, e vencedor de diversos prêmios internacionais. A equipe do R7 é também responsável pelos conteúdos transmídia dos canais do Grupo Record, Record e Record News. Em 2015, o portal lançou o R7 Play, serviço de video on demand que oferece assinatura do conteúdo da Record e produções originais do R7 para acesso em celular, tablet e computador.

20 de mar de 2016

O que os alunos fazem na biblioteca da universidade?

Como os estudantes estão, de fato, usando a biblioteca da universidade? Para responder a essa pergunta, a Cengage Learning desenvolveu uma pesquisa com três mil estudantes nos EUA em julho de 2015. O objetivo era entender como e por quais motivos utilizam a biblioteca da universidade.
De longe, estudar sozinho é o motivo mais popular, apontado por 77% dos respondentes. Mais da metade dos estudantes (51%) disse que vai à biblioteca para consultar a base de dados online.
A biblioteca ainda é utilizada por eles para: consultar livros (29%); utilizar livros que o professor solicitou no curso (22%); buscar recursos sobre trabalho e carreira (19%); socializar com amigos (13%); frequentar eventos (10%); ler materiais que não circulam, como revistas e periódicos (8%); dormir (6%); assistir aulas sobre como usar os recursos da biblioteca (5%) e outros (9%).
Fonte:
Reference: STRANG, T. Student Engagement Insights. Stamford, CT: Cengage Learning, 2015.
Mais detalhes no URL:

http://blog.cengage.com/top-four-reasons-students-use-their-college-library/

Biblioteca Mário de Andrade abrirá durante 24 horas

Fonte: G1. Data: 7/03/2016.
Autoria: Luciana Rossetto.
URL: http://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/2016/03/mario-de-andrade-tera-emprestimos-de-livros-24-horas-partir-de-junho.html
A Biblioteca Mário de Andrade, no Centro de São Paulo, deve implantar até junho o empréstimo de livros 24 horas. As áreas de convivência já estão abertas durante a madrugada desde outubro, mas o acesso ao acervo ainda não está disponível.
Luiz Bagolin, diretor da biblioteca, explicou ao G1 que equipamentos de autoatendimento já começaram a ser implantados. Além de etiquetas especiais nos livros, totens para cadastrar as retiradas e receber as devoluções também estão em teste. Cerca de 60 mil títulos estão disponíveis ao público para a retirada.
Para a biblioteca não fechar durante a fase de implantação dos equipamentos, a direção retirou das prateleiras apenas os livros que possuem cópias. “Temos uma parte do acervo que conseguimos manter longe dos usuários, porque os volumes estão duplicados. Estamos trabalhando primeiro com esses livros, para que não haja uma suspensão do serviço e para causar o menor impacto possível no atendimento”, afirmou Bagolin. “O usuário ganhará autonomia à noite. E quem precisar de ajuda para consultas e pesquisas mais refinadas, conta com os trabalhos dos bibliotecários durante o dia”.
Por dia, a Mário de Andrade recebe 1,2 mil pessoas. “Com o horário do atendimento estendido, a previsão é de um aumento de 30% no fluxo de pessoas por dia. Como não temos como ampliar o espaço, a saída é aumentar o horário de atendimento”, disse Bagolin.
Os frequentadores da biblioteca podem utilizar, durante toda a noite, as salas de estudo, o deck e o terraço. As áreas de acervo, que incluem a biblioteca circulante, a sala de artes e a sala de coleção geral, por enquanto, funcionam somente no horário regular. Durante a noite, a Mário de Andrade ainda realiza eventos culturais, como shows e espetáculos teatrais.
“Abrir a biblioteca à noite é uma iniciativa que tem dado muito certo. Mostrou que várias tribos circulam e usufruem desse mesmo espaço, no Centro, a cada evento. É um espaço de encontros e narrativas, em que cada pessoa é um acervo vivo. Compartilhamos livros e os acervos individuais de cada pessoa”

A Biblioteca Mário de Andrade fica na Rua da Consolação, 94, no Centro de São Paulo.

Evento: Estudos métricos


Seminário Produção Científica e Transversalidade dos Estudos Métricos


É com satisfação que informamos a realização do SEMINÁRIO PRODUÇÃO CIENTÍFICA E TRANSVERSALIDADE DOS ESTUDOS MÉTRICOS, de 14 a 16 de set. de 2016, em Salvador (Bahia).
Trata-se de uma iniciativa da Universidade Federal da Bahia, através do seu Programa de Pós-graduação em Ciência da Informação, e da Universidad Carlos III de Madrid juntamente com a Universidad Autónoma de Madrid (Espanha), através do Instituto de Investigaciones Avanzadas sobre Evolución de la Ciencia y la Universidad.
Para conhecer a programação e condições de participação, já se encontra disponível a página web: www.seminariometrias.ici.ufba.br
E para contato, segue o email: seminariometrias@ufba.br
Solicitamos seja amplamente divulgada esta mensagem, pelo que antecipamos agradecimentos.
Saudações cordiais                                                
 
                                                     
        Nídia M. L. Lubisco                                              Elías Sanz Casado
   Coordenadora Geral do Seminário                           Presidente do INAECU                           
        nidialubisco@gmail.com                                           UC3M e UAM (ES)

      Cel.: (00 55 71) 99144  9174

Evento: Ciência da Informação

O Seminário em Ciência da Informação (SECIN) é realizado bienalmente pelo Departamento de Ciência da Informação (CIN) e pelo Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação (PPGCI) da Universidade Estadual de Londrina (UEL).
Excepcionalmente, a edição prevista para 2015 foi transferida para 2016, tendo em vista a greve da UEL. 
O evento ocorrerá nos dias 3, 4 e 5 de agosto de 2016, na Universidade Estadual de Londrina.
Esta é a sexta edição do evento que a cada nova edição amplia-se tanto em número de participantes, quanto em número de trabalhos submetidos e apresentados.
O SECIN consiste de um foro privilegiado para apresentação e para discussão da pesquisa científica em Ciência da Informação, congregando pesquisadores, profissionais e estudantes, visando promover a discussão de temáticas de interesse da área.
Mais informações no link do evento.

Novo número: Cadernos de Informação Jurídica

Foi lançado o segundo fascículo de 2015 do periódico CADERNOS DE INFORMAÇÃO JURÍDICA (www.cajur.com.br), totalmente dedicado à divulgação do conhecimento e a promoção da troca de experiências entre profissionais especializados na área da Biblioteconomia Jurídica, Arquivologia, Documentação, Ciência da Informação, Museologia, Informática Jurídica e ciências afins.
Sumário do v. 2, n. 2 (2015)
Artigos
A elaboração de projetos de lei: alguns apontamentos à luz da técnica legislativa na Câmara dos Deputados. Thiago Gomes Eirão.
Os assessores de ministros do Supremo Tribunal Federal e suas necessidades de informação jurídica: análise sobre os comportamentos de busca, uso e avaliação dos serviços da biblioteca. Lucylene Valério Rocha.
Uma visão arquivística do sistema de processo judicial eletrônico do Conselho Nacional de Justiça. Leonardo Neves Moreira.
Coleção de Obras Raras da Biblioteca do Supremo Tribunal Federal: histórico, avaliação e definição de critérios de raridade. Monica Valéria Macedo Fischer, Lucylene Valério Rocha.
Análise da Proposta de atualização da NBR6023/2002: documentação jurídica. Neide Alves De Sordi, Edilenice Passos, Andréia Gonçalves Silva.
O Direito para poucos, o Direito para todos: mito e realidade da biblioteca digital jurídica entre profissionais e cidadãos. Fernando Venturini.
Entrevista
Teresa Amador Advogada (Universidade de Lisboa), Mestre em Direito do Ambiente (Universidade de Londres) e Coordenadora Regional da Base de Dados Jurídica Legis-PALOP.

Intercâmbio em bibliotecas universitárias

Divulgamos que a FEBAB inicia um programa de Webinars e amanhã acontece a primeira,com a participação de dois bibliotecários que estiveram realizando intercâmbio em Bibliotecas Universitárias no Canadá e Alemanha.

Consulte o evento no facebook e participe!

Não deixe de participar e conhecer os desafios enfrentados e as conquistas dos nossos colegas.

8 de mar de 2016

Luziânia (GO): arrastão na biblioteca

Fonte: Portal G1. Data: 3/03/2016.
URL: http://g1.globo.com/goias/noticia/2016/03/dupla-armada-rende-funcionarios-e-faz-arrastao-em-biblioteca-em-goias.html
Dois suspeitos armados invadiram a Biblioteca Municipal de Luziânia, no Entorno do Distrito Federal, renderam funcionários e fizeram um arrastão, na tarde de quarta-feira (2). Segundo as vítimas, os criminosos roubaram dinheiro, celulares e computadores de pelo menos 15 pessoas, entre funcionários e frequentadores.
A biblioteca fica em frente à sede da Prefeitura de Luziânia, no centro da cidade. As vítimas contaram que os dois assaltantes estavam armados e renderam todas as pessoas que estavam no interior da biblioteca.
A professora Fátima Fonseca, que estava na sala de estudos na hora do crime, afirma que os assaltantes agiram de forma violenta. “Eles entraram apontando arma, xingando, colocando a gente no canto e levaram tudo que a gente tinha”, contou.
Um dos estudantes que estava no local diz que os assaltantes não tiveram a preocupação de esconder o rosto durante a ação. “Eu os vi, não estavam encapuzados”, disse o jovem que não quis ser identificado.
Por conta do assalto, a biblioteca ficou fechada no restante da quarta-feira. Os frequentadores se assustaram ao deparar com as portas do local fechadas. “A gente vem para estudar, achando que é um lugar bom, com silêncio, que tem proteção, segurança e acaba não tendo”, disse uma estudante que não quis se identificar. A biblioteca foi reaberta nesta quinta-feira (3).

O comando da PM de Luziânia informou que já tem pistas sobre os criminosos e tentam encontrá-los. Sobre a insegurança dos moradores, a corporação informou que vai aumentar o patrulhamento no Centro cidade a partir desta quinta-feira. O reforço, segundo a PM, acontece por conta do número de assaltos que estão acontecendo na região.

Brasília irá comemorar o Dia do Bibliotecário

A Associação de Bibliotecários do Distrito Federal (ABDF) tem a honra de convidá-lo(a) para comemorarmos o “Dia do Bibliotecário”, com o tema: Biblioteconomia e Educação, que tem por objetivo reunir os profissionais bibliotecários, autoridades e interessados para compartilharem experiências e confraternização. A solenidade será realizada no Museu Nacional Honestino Guimarães, no endereço SCTS 2 – Asa Sul, Brasília - DF, CEP: 70310-000, telefone para contato (61)3325-5250, no dia 11 de março, sexta-feira, no horário de 8h às 12h, com uma duração máxima de 4h, com o apoio do CRB1 – Conselho Regional de Biblioteconomia 1ª Região e do IBICT – Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia. Certos de podermos contar com vossa participação e divulgação, antecipadamente agradecemos.

A DIREÇÃO

Estante Virtual cresceu em janeiro

Fonte: Publish News. Data: 4/03/2016.

A Estante Virtual, site de venda de livros usados e novos que reúne 1.350 sebos de todo o País, está comemorando bons resultados neste começo de ano. Registrou crescimento de 26% no volume de livros vendidos em janeiro de 2016, em comparação ao mesmo período do ano anterior. Os campeões de venda foram os Estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais, que juntos representam 63% do montante de livros didáticos, paradidáticos, universitários e técnicos vendidos pela Estante nos meses de janeiro e fevereiro. De acordo com o CEO, Richard Svartman, a alta tem justificativa: “é fruto do aumento da procura durante o período de volta às aulas, uma vez que a economia para compra de livros pelo site pode chegar a 90%”, explica. (...)

Evento: Bibliometria

5º ENCONTRO BRASILEIRO DE BIBLIOMETRIA e CIENTOMETRIA (5º EBBC)
São Paulo-SP, de 06 a 08 de julho de 2016.
Sob organização do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade de São Paulo (PPGCI/USP), e apoio da Escola de Comunicações e Artes (ECA-USP). 
ANTECEDENTES

No Brasil, estudos sistemáticos sobre a evolução e as tendências da ciência e tecnologia brasileiras iniciaram-se por volta dos anos 1970. A característica multidisciplinar é evidenciada nos quatro EBBCs, realizados em 2008, 2010, 2012 e 2014, respectivamente, no Rio de Janeiro-RJ, São Carlos-SP, Gramado-RS e Recife-PE. Participaram desses encontros pesquisadores provenientes de diferentes áreas da ciência que desenvolvem estudos sobre a informação, a literatura científica e tecnológica e avaliação da atividade científica. Aspectos específicos sobre avaliação de instituições científicas e tecnológicas, a exemplo das universidades, bem como de áreas de conhecimento e setores industriais intensivos em tecnologia, foram progressivamente ganhando espaço nas discussões dos Encontros Brasileiros de Bibliometria e Cientometria, em função do potencial de contribuição de estudos de produção científica e tecnológica, com inclusão dos estudos patentométricos, para subsidiar políticas públicas  de avaliação e incentivo ao desenvolvimento científico e tecnológico.

Pernambuco: apenas 37% das escolas tem biblioteca

Fonte: Diário de Pernambuco. Data: 24/02/2016.
URL: www.diariodepernambuco.com.br/app/noticia/vida-urbana/2016/02/24/interna_vidaurbana,628870/apenas-37-das-escolas-do-estado-tem-biblioteca.shtml
Seminário pretende discutir a importância do espaço para a construção de leitores
Apenas 37% das escolas - públicas e privadas - de Pernambuco possuem biblioteca. A estatística, divulgada pelo Censo Escolar 2014, aponta ainda que o cenário não é muito diferente do observado no país, com média de 36%. O dado preocupante levou a Companhia Editora de Pernambuco (Cepe) e a Editora Cobzac a realizar, no próximo dia 10, o Seminário Biblioteca nas Escolas: da leitura na escola para uma vida de leituras.
O evento vai focar em discussões sobre as implicações da ausência dessas instalações na educação e formação das crianças, além de ressaltar a importância desses equipamentos para o desenvolvimento. As três mesas redondas que vão compor o seminário serão realizadas no Teatro Eva Hertz da Livraria Cultura, no Shopping RioMar. Para debater os temas propostos para cada mesa, foram convidadas pessoas ligadas à área da educação de nível nacional e estadual.
Ricardo Leitão, presidente da Cepe, ressalta a importância do evento. “Essa discussão é importante, já que, em muitos lugares, o acesso ao livro é difícil, por não haver uma livraria por perto. Tendo uma biblioteca na escola, auxilia no desenvolvimento da criança”, afirmou. Para a diretora da Editora Cobzac, Deborah Echeverria, é preciso apostar na leitura ainda na fase infantil. “Tendo uma biblioteca na escola, com livros indicados para cada fase, o estudante pode desenvolver um hábito na leitura”, ressaltou.
A base principal da primeira mesa será a Lei 12.244/10, que determina que todas as escolas da rede particular e pública tenham uma biblioteca até o ano de 2020. O debate deve girar em torno dos caminhos possíveis para que a lei seja implementada. Os convidados para a conversa sobre o tema foram o secretário executivo do Plano Nacional do Livro e Leitura, José Castilho; Christine Fontelles, do Instituto EcoFuturo; Fernando Burgos da Fundação Getúlio Vargas (FGV); e o professor da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Lourival Pinto.
Já a segunda mesa, o tema é a forma em que os livros são adquiridos pelo sistema público, uma vez que cada esfera do governo tem uma forma diferente de comprar as obras. Para debater o assunto, foram convidados Daniela Montuani, parecerista do Programa Nacional Biblioteca da Escola (PNBE); Shirley Malta, da Secretaria de Educação de Pernambuco, Renata Jatobá, da Secretaria de Educação do Recife; Cida Fernandez, do Programa Direito à Leitura, ligado ao Centro de Cultura Luiz Freire (CCLF). Para mediar, foi convidada a assessora pedagógica do Programa Prazer em Ler, Érica Verçosa.

A última mesa do evento pretende abranger as dificuldades e oportunidades presentes no mercado do livro, incluindo a participação das bibliotecas no processo de acesso aos livros. O assessor técnico da Representação Regional Nordeste do Ministério da Cultura (RRNE/MinC), Roberto Azoubel, vai mediar o debate que vai ser entre o professor da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), José Luiz Goldfarb; o diretor da Diretoria do Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas do Ministério da Cultura (DLLLB/MinC), Volnei Canônica; o escritor Wellington de Melo; e Deborah Echeverria.

Santo André (SP): revitalização da biblioteca pública

Fonte: Abcdoabc. Data: 26/-2/2016.
URL: http://www.abcdoabc.com.br/santo-andre/noticia/santo-andre-prepara-revitalizacao-biblioteca-municipal-36516

A Biblioteca Municipal Nair Lacerda interromperá o atendimento ao público no período de 1 de março a 30 de abril de 2016 para a realização de modernização em seus ambientes, alteração do layout e aquisição de novo mobiliário. O foco principal da modernização ocorrerá no primeiro andar do prédio que passará a contar com a Biblioteca Infantil, Biblioteca Braile, Gibiteca, Biblioteca de Periódicos. O projeto faz parte do Programa de Modernização de Bibliotecas Públicas vinculadas ao Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas (Siseb), do Governo do Estado de São Paulo. O investimento total é de R$ 300 mil. (...)

Catálogo online da Biblioteca de São Paulo

Fonte: Portal do Governo do Estado de São Paulo. Data: 26/02/2016.
Leitor pode consultar pela internet se livro ou DVD que procura está disponível para empréstimo
Quem quiser consultar o catálogo de livros e DVDs da Biblioteca de São Paulo (BSP) pode fazê-lo pela internet. Basta acessar o site da Biblioteca e procurar o link Catálogo. No campo Pesquise Nosso Catálogo, é só colocar as palavras-chave e buscar pelo item de interesse. A ferramenta informa se o livro ou DVD está disponível para empréstimo. Para fazer a consulta não é necessário ser sócio da Biblioteca.
Localizada na zona norte da capital, a Biblioteca de São Paulo ocupa uma área de 4.257 metros quadrados para atender crianças, jovens, adultos, idosos e pessoas com deficiência. Totalmente equipada com alta tecnologia, a biblioteca oferece aos seus usuários microcomputadores, rede wireless e terminal de autoatendimento.
SERVIÇO
Biblioteca de São Paulo (BSP)
Av. Cruzeiro do Sul, 2.630, Santana, São Paulo
De terça a sexta das 9h às 21h; sábados, domingos e feriados das 9h às 19h

(11) 2089-0800