29 de jun de 2016

Novo número: Perspectivas em Gestão e Conhecimento



A Perspectivas em Gestão & Conhecimento publicou seu último número em:
Sumário:
Editorial
BOAS NOTÍCIAS DA PG&C: O INGRESSO EM MAIS UM INDEXADOR E A ADOÇÃO DE MÍDIA SOCIAL PARA PRESENÇA DIGITAL (1-3). Luciana Ferreira da Costa, Jorge de Oliveira Gomes.
Artigos de Revisão
O RELACIONAMENTO COM EGRESSOS COMO ESTRATÉGICA ORGANIZACIONAL PARA O DESENVOLVIMENTO DAS INSTITUIÇÕES DE EDUCAÇÃO SUPERIOR (4-18). Tatiana Pereira Queiroz, Cláudio Paixão Anastácio de Paula.
   REFLEXÃO SOBRE A RELAÇÃO ENTRE A MUDANÇA DE CULTURA ORGANIZACIONAL E A GESTÃO DO CONHECIMENTO (19-35). Ronielton Rezende Oliveira, Roniton Rezende Oliveira, Juvêncio Braga de Lima.
A ARQUITETURA DA INFORMAÇÃO À LUZ DA TEORIA DE PIAGET:  UMA POSSIBILIDADE EPISTEMOLÓGICA PARA A GESTÃO DO CONHECIMENTO (36-52). Rosilene Agapito Lorena, Emeide Nóbrega Duarte, Suzana Lucena Lira.
Relatos de Pesquisa
ESTRATÉGIA DOS NEGÓCIOS: A PERTINÊNCIA DO MÉTODO FALSEOCIONISTA NAS REDES DE RELACIONAMENTOS DAS ORGANIZAÇÕES CONTEMPORÂNEAS (53-71). Roberto Bazanini, Jorge Miklos, Denis Donaire, Alessandra Preto Citante, Homero Leoni Bazanini.
PLATAFORMAS PARA GESTÃO DO CONHECIMENTO: ESTUDO DE CASO SOBRE A ATIVAÇÃO DO VALOR DE EXCEDENTES COGNITIVOS POR MEIO DO DESENVOLVIMENTO DE UM CONTEXTO CAPACITANTE VIRTUAL (72-88). José Francisco Rezende, Rafael Deolindo Pereira, Danielle Almeida Oliveira.
COOPERAÇÃO E COMPARTILHAMENTO DE INFORMAÇÃO ENTRE OS ATORES SOCIAIS EM UM ASSENTAMENTO RURAL (89-108). Heloiza Cristina Holgado Silva, Erlaine Vinhoto, Olivier François Vilpoux.
EVIDENCIAÇÃO DA INOVAÇÃO NO RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO: UMA ANÁLISE NA PERSPECTIVA DA LEI DO BEM (LEI Nº. 11.196/2005) (109-127). Iago França Lopes, Ilse Maria Beuren.
MEMÓRIA ORGANIZACIONAL E AS SUAS CONTRIBUIÇÕES PARA O FUNDO SETORIAL – CT–INFRA–UFPR (128-140). Maria Olivia Ferreira Pereira, Helena de Fátima Nunes Silva, Maria do Carmo Duarte Freitas, André Anastácio Oliveira.
GESTÃO DE PESSOAS E GESTÃO DO CONHECIMENTO À LUZ DA ESTÉTICA ORGANIZACIONAL (141-154). Inara Antunes Vieira Willerding, Micheline Guerreiro Krause, Édis Mafra Lapolli.
APRENDENDO A SER SUCESSOR: UM OLHAR SOBRE A EXPERIÊNCIA (155-174). Sayonara de Fátima Testo, Eliane Salete Filippim, Fernando Fantoni Bencke.
COMPARTILHAMENTO DE CONHECIMENTO EM UMA EMPRESA FAMILIAR: UM ESTUDO À LUZ DA INVESTIGAÇÃO APRECIATIVA (175-199). Rezilda Rodrigues Oliveira, Alane Bruna Santos Sauer.
AVALIAÇÃO DO IMPACTO DA CAPACITAÇÃO PROFISSIONAL ADMINISTRADA NA PREFEITURA DE MANAUS POR MEIO DA APLICAÇÃO DO MODELO IMPACT (200-222). Diego Melo Dias, Maria da Glória Vitorino Guimarães.
GESTÃO ESTRATÉGICA DA INFORMAÇÃO EM COORDENAÇÕES DE CURSOS DE
GRADUAÇÃO DE UNIVERSIDADES PÚBLICAS FEDERAIS (223-237). Luzia Góes Camboim, Simone Bastos Paiva, Maria das Graças Targino.
A INFLUÊNCIA DA TRADIÇÃO ANGLO-SAXÔNICA NOS ESTUDOS ORGANIZACIONAIS BRASILEIROS: O QUE MUDOU (OU NÃO) NOS ÚLTIMOS 15 ANOS? (238-254). Fernanda Roda Cassundé, Milka Alves Correia Barbosa, José Ricardo Costa de Mendonça.
UM ESTUDO PRELIMINAR DOS FATORES PERCEPTIVOS SUBJACENTES DA PREFERÊNCIA DOS BRASILEIROS POR APARELHOS CELULARES (255-269). Gustavo da Rosa Borges, Jonas Fernando Petry, Denise del Prá Netto Machado, Isabel Cristina Rosa Barros Rasia.
Resenhas
DA INFORMAÇÃO À AUDITORIA DE CONHECIMENTO: A BASE PARA A INTELIGÊNCIA ORGANIZACIONAL (270-274). Marcia Maria de Medeiros Travassos Saeger.

Aracaju (SE):biblioteca pública completa 168 anos



Fonte: G1. Data: 16/06/2016.
A Biblioteca Pública Epifânio Dória (BPED) completa 168 anos de fundação nesta quinta-feira (16). A unidade fica na Rua Doutor Leonardo Leite, na continuação da Rua Vila Cristina próximo ao Estádio Batistão, no Bairro 13 de Julho em Aracaju.
A biblioteca tem 13 mil obras que atendem a públicos diversificados. O acervo geral é o local ideal para consultas de assuntos acadêmicos e didáticos. Na Seção de Obras Raras, os leitores podem obter informações a partir do século XIX. Este setor dispõe de cerca de 100 mil obras.
Segundo informações da biblioteca, outro setor procurado é a Seção Circulante. Com mais de 11 mil usuários cadastrados, o acervo conta com cerca de 10,5 mil obras que podem ser consultadas no local ou pelo site, em sua maioria romances e best-sellers, dos mais variados autores e temas didáticos. Essas publicações estão à disposição para o empréstimo aos leitores.
A hemeroteca tem 9 mil jornais e o Setor de Documentação Sergipana tem 6,8 mil com mais de 350 autores e 200 temas variados sobre Estado. As salas de Braille, do Projeto CDI e de Cultura Popular têm publicações adaptadas para a inclusão, laboratório de computadores e literatura de cordel.
Segundo a diretora da biblioteca, Juciene Maria, diversas atividades são criadas para incentivar o interesse pela leitura. “O trabalho realizado por essa instituição atende o caráter cultural e educacional que tem a vocação nata para exercer o papel fundamental na inserção da sociedade sergipana. Nós disponibilizamos para os usuários todo tipo de informação, na igualdade de acesso para todos”, explica.

25 de jun de 2016

No mecanismo de busca:Buscador Coruja




Acesso gratuito à ciência universitária é realidade: BuscadorCoruja.com / BuscadorBuho.com / ResearcherOwl.com

O maior portal digital de acesso gratuito e aberto à Produção Científica dos países Lusófonos e membros do Mercosul.
(Milhões de: artigos científicos, dissertações, teses, resumos, monografias, anais etc.)

Usuários: Professores(as), universitários(as), pesquisadores(as),
mestrandos(as), doutorandos(as), universidades, bibliotecas, estudantes, sociedade et al.

URL: https://buscadorcoruja.com/index


Nações Participantes 20 Instituições Credenciadas 792
Bibliotecas Digitais 351 Teses/Dissertações/Etc. 3.662.805
Revistas Científicas 4.529 Artigos Científicos 930.651

22 de jun de 2016

Novo número: Perspectivas em gestão & conhecimento

Novo número: Perspectivas em gestão & conhecimento
A Perspectivas em Gestão & Conhecimento publicou seu último número em:
Sumário:
Editorial
BOAS NOTÍCIAS DA PG&C: O INGRESSO EM MAIS UM INDEXADOR E A ADOÇÃO DE MÍDIA SOCIAL PARA PRESENÇA DIGITAL (1-3). Luciana Ferreira da Costa, Jorge de Oliveira Gomes.
Artigos de Revisão
O RELACIONAMENTO COM EGRESSOS COMO ESTRATÉGICA ORGANIZACIONAL PARA O DESENVOLVIMENTO DAS INSTITUIÇÕES DE EDUCAÇÃO SUPERIOR (4-18). Tatiana Pereira Queiroz, Cláudio Paixão Anastácio de Paula.
   REFLEXÃO SOBRE A RELAÇÃO ENTRE A MUDANÇA DE CULTURA ORGANIZACIONAL E A GESTÃO DO CONHECIMENTO (19-35). Ronielton Rezende Oliveira, Roniton Rezende Oliveira, Juvêncio Braga de Lima.
A ARQUITETURA DA INFORMAÇÃO À LUZ DA TEORIA DE PIAGET:  UMA POSSIBILIDADE EPISTEMOLÓGICA PARA A GESTÃO DO CONHECIMENTO (36-52). Rosilene Agapito Lorena, Emeide Nóbrega Duarte, Suzana Lucena Lira.
Relatos de Pesquisa
ESTRATÉGIA DOS NEGÓCIOS: A PERTINÊNCIA DO MÉTODO FALSEOCIONISTA NAS REDES DE RELACIONAMENTOS DAS ORGANIZAÇÕES CONTEMPORÂNEAS (53-71). Roberto Bazanini, Jorge Miklos, Denis Donaire, Alessandra Preto Citante, Homero Leoni Bazanini.
PLATAFORMAS PARA GESTÃO DO CONHECIMENTO: ESTUDO DE CASO SOBRE A ATIVAÇÃO DO VALOR DE EXCEDENTES COGNITIVOS POR MEIO DO DESENVOLVIMENTO DE UM CONTEXTO CAPACITANTE VIRTUAL (72-88). José Francisco Rezende, Rafael Deolindo Pereira, Danielle Almeida Oliveira.
COOPERAÇÃO E COMPARTILHAMENTO DE INFORMAÇÃO ENTRE OS ATORES SOCIAIS EM UM ASSENTAMENTO RURAL (89-108). Heloiza Cristina Holgado Silva, Erlaine Vinhoto, Olivier François Vilpoux.
EVIDENCIAÇÃO DA INOVAÇÃO NO RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO: UMA ANÁLISE NA PERSPECTIVA DA LEI DO BEM (LEI Nº. 11.196/2005) (109-127). Iago França Lopes, Ilse Maria Beuren.
MEMÓRIA ORGANIZACIONAL E AS SUAS CONTRIBUIÇÕES PARA O FUNDO SETORIAL – CT–INFRA–UFPR (128-140). Maria Olivia Ferreira Pereira, Helena de Fátima Nunes Silva, Maria do Carmo Duarte Freitas, André Anastácio Oliveira.
GESTÃO DE PESSOAS E GESTÃO DO CONHECIMENTO À LUZ DA ESTÉTICA ORGANIZACIONAL (141-154). Inara Antunes Vieira Willerding, Micheline Guerreiro Krause, Édis Mafra Lapolli.
APRENDENDO A SER SUCESSOR: UM OLHAR SOBRE A EXPERIÊNCIA (155-174). Sayonara de Fátima Testo, Eliane Salete Filippim, Fernando Fantoni Bencke.
COMPARTILHAMENTO DE CONHECIMENTO EM UMA EMPRESA FAMILIAR: UM ESTUDO À LUZ DA INVESTIGAÇÃO APRECIATIVA (175-199). Rezilda Rodrigues Oliveira, Alane Bruna Santos Sauer.
AVALIAÇÃO DO IMPACTO DA CAPACITAÇÃO PROFISSIONAL ADMINISTRADA NA PREFEITURA DE MANAUS POR MEIO DA APLICAÇÃO DO MODELO IMPACT (200-222). Diego Melo Dias, Maria da Glória Vitorino Guimarães.
GESTÃO ESTRATÉGICA DA INFORMAÇÃO EM COORDENAÇÕES DE CURSOS DE
GRADUAÇÃO DE UNIVERSIDADES PÚBLICAS FEDERAIS (223-237). Luzia Góes Camboim, Simone Bastos Paiva, Maria das Graças Targino.
A INFLUÊNCIA DA TRADIÇÃO ANGLO-SAXÔNICA NOS ESTUDOS ORGANIZACIONAIS BRASILEIROS: O QUE MUDOU (OU NÃO) NOS ÚLTIMOS 15 ANOS? (238-254). Fernanda Roda Cassundé, Milka Alves Correia Barbosa, José Ricardo Costa de Mendonça.
UM ESTUDO PRELIMINAR DOS FATORES PERCEPTIVOS SUBJACENTES DA PREFERÊNCIA DOS BRASILEIROS POR APARELHOS CELULARES (255-269). Gustavo da Rosa Borges, Jonas Fernando Petry, Denise del Prá Netto Machado, Isabel Cristina Rosa Barros Rasia.
Resenhas

DA INFORMAÇÃO À AUDITORIA DE CONHECIMENTO: A BASE PARA A INTELIGÊNCIA ORGANIZACIONAL (270-274). Marcia Maria de Medeiros Travassos Saeger.

23 de junho: criação do sindicato nacional dos bibliotecários

No dia 23 de junho próximo, estaremos realizando nossa assembleia anual, que tratará da discussão e aprovação da pauta de reivindicações das categorias representadas - profissionais da informação (arquivistas, técnicos de arquivo, bibliotecários, documentalistas, técnicos de documentação, museólogos, historiadores, auxiliares de biblioteca e centros de documentação) - a ser negociada junto aos nossos empregadores, sejam estes do setor público, privado ou de qualquer segmento do mercado de trabalho. A sugestão de pauta de reivindicações da(s) categoria(s) estará disponível no site "www.sinbiesp.org.br" a partir de 1º de junho.
É importante frisar que as categorias profissionais dos arquivistas, técnicos de arquivo, bibliotecários, documentalistas, técnicos de documentação e museólogos são diferenciadas, pois estão regulamentadas em lei.
Neste ano, a assembleia já estará sendo realizada pelo SINAInfo, o que significa que as negociações salariais se darão com entidades patronais em nível nacional. É de suma importância sua participação, com sugestões de reinvindicações considerando as necessidades regionais, como também para o novo estatuto, cuja minuta estará no site a partir de 1º de junho, para discussão e aprovação na mesma assembleia.
O processo de transformação do SINBIESP em SINAInfo depende da ratificação dos profissionais de todo o país e aprovação dos seus Estatutos nessa assembleia, que também irá regulamentar a eleição da primeira Diretoria, a ser realizada em dezembro. Após essa AGE e as negociações da CCT e Dissidio - 2016/2017, estaremos divulgando a regulamentação para o pleito eleitoral do SINAInfo.
Contamos com a sua prestigiosa colaboração, no sentido de compactuar e difundir essa ideia e vir participar da nossa assembleia ou, na impossibilidade, de ao menos nos enviar a procuração anexa, de modo a atendermos o quórum legal.
SinBiesp/SINAInfo – SINDICATO NACIONAL DOS BIBLIOTECÁRIOS, CIENTISTAS DA INFORMAÇÃO, HISTORIADORES, MUSEÓLOGOS, DOCUMENTALISTAS, ARQUIVISTAS, AUXILIARES DE BIBLIOTECA E DE CENTROS DE DOCUMENTAÇÃO.
Av. Nove de Julho, 40 - 6º andar – Conj 6-F – CEP 01312-000 – CNPJ nº 53.253.605/0001-50

Fones (11) 3242.0911 – 32371080 –www.sinbiesp.org.br – sinbiesp@sinbiesp.org.br

Aracaju (SE): biblioteca pública completa 168 anos

Fonte: G1. Data: 16/06/2016.
A Biblioteca Pública Epifânio Dória (BPED) completa 168 anos de fundação nesta quinta-feira (16). A unidade fica na Rua Doutor Leonardo Leite, na continuação da Rua Vila Cristina próximo ao Estádio Batistão, no Bairro 13 de Julho em Aracaju.
A biblioteca tem 13 mil obras que atendem a públicos diversificados. O acervo geral é o local ideal para consultas de assuntos acadêmicos e didáticos. Na Seção de Obras Raras, os leitores podem obter informações a partir do século XIX. Este setor dispõe de cerca de 100 mil obras.
Segundo informações da biblioteca, outro setor procurado é a Seção Circulante. Com mais de 11 mil usuários cadastrados, o acervo conta com cerca de 10,5 mil obras que podem ser consultadas no local ou pelo site, em sua maioria romances e best-sellers, dos mais variados autores e temas didáticos. Essas publicações estão à disposição para o empréstimo aos leitores.
A hemeroteca tem 9 mil jornais e o Setor de Documentação Sergipana tem 6,8 mil com mais de 350 autores e 200 temas variados sobre Estado. As salas de Braille, do Projeto CDI e de Cultura Popular têm publicações adaptadas para a inclusão, laboratório de computadores e literatura de cordel.

Segundo a diretora da biblioteca, Juciene Maria, diversas atividades são criadas para incentivar o interesse pela leitura. “O trabalho realizado por essa instituição atende o caráter cultural e educacional que tem a vocação nata para exercer o papel fundamental na inserção da sociedade sergipana. Nós disponibilizamos para os usuários todo tipo de informação, na igualdade de acesso para todos”, explica.